Quem sou eu

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Como Vinho Tinto Transborda em Mim Seu Sabor
No canto dos Meus Lábios simulando seu Amor
Lembrando nossas Noites de ardentes Fervor
Mostrando-me como foi inútil me entregar ao seu Calor

 
Como sangue se espalhando em Meu Tremor
Vai rasgando o meu  coração sofredor
Se espalhando em Meu Corpo demonstrou
como dessa paixão louca se cansou
Brindarei sozinha á noite Minha
Curtirei e vou partir sem despedidas
Ao abismo de sua solidão te abandonei
e ainda Suas lágrimas escondidas enxerguei.
Janessa Sant'Anna

Nenhum comentário:

Postar um comentário